Está aí uma coisa que não lemos todos os dias. Segundo rumores recentes publicados no fórum HardOCP, a Intel pretende fazer um acordo com a AMD para usar tecnologia gráfica Radeon em seus processadores.

Pois é, você não leu errado, mas esta novidade não é tão bizarra assim, uma vez que as duas rivais já atuaram várias vezes em conjunto. Neste caso específico, a Intel necessita de patentes das fabricantes de chips de vídeo, uma vez que ela precisa inovar com baixo custo.

Criar tecnologias gráficas do zero é uma coisa que sai bem caro, ainda mais depois que duas gigantes já estão bem consolidadas neste segmento. A Intel já percebeu isso no passado, tanto que já negociou com NVIDIA no passado. Desta vez, contudo, talvez por uma questão de preço, a maior fabricante de CPUs do mundo optou por usar ideias de sua principal rival.

O acordo vem como uma excelente oportunidade para a AMD, que além de lucrar ao ceder patentes, evita que a NVIDIA abocanhe mais essa parceria — que nos últimos anos contabilizou como 6% de sua receita. Ainda não se sabe quando o contrato entre as duas marcas de processadores será finalizado, tampouco quais tecnologias serão fornecidas.

Será que veremos um grande avanço em gráficos nos próximos chips da Intel? Não seria este um problema ainda maior para a AMD que vai ter uma concorrência ainda mais ousada no segmento de APUs?